Close
(21) 98264-8292 contato@alessandravieira.com
O que é Constelação Familiar? Previous item Terapia de Constelação...

O que é Constelação Familiar?

Na década de 70, Bert Hellinger, alemão criador da terapia de Constelação Familiar, percebeu que somos muito mais fiéis ao nosso sistema familiar do que imaginávamos. Existe uma grande lealdade entre os membros de uma mesma família, até mesmo entre pessoas que não tenham se conhecido. Uma lealdade sem julgamentos onde só o que existe é um grande amor. Ou seja, ele percebeu que toda vez em que há um membro excluído no sistema familiar, as gerações futuras, por amor, farão com que esse familiar seja lembrado e irão tentar reinserí-lo no sistema, através de algum tipo de dificuldade, se “identificando” com esse excluído. Dessa maneira, essas gerações futuras se tornam infelizes também, ao invés de seguirem os seus próprios destinos.

Portanto, esta terapia visa tratar problemas causados por emaranhados no sistema familiar. Todo indivíduo pertence a um sistema familiar. Dentro dele, há uma relação forte de amor entre os seus membros.  A constelação familiar  tem como objetivo reorganizar o sistema familiar. É uma técnica terapêutica de uma única vez para cada tema, tema este que seja realmente importante.

O que são membros excluídos do sistema familiar?

São pessoas que foram esquecidas, rejeitadas ou desprezadas por qualquer motivo, e pessoas que tenham destinos difíceis, com grande sofrimento. Porém, todos os membros do sistema familiar têm o direito de pertencer. E todas as tristezas, dores e alegrias de uma família seguirão em todas as gerações futuras, através de um grande amor e uma grande lealdade, livre de qualquer julgamento do que é ou foi certo ou errado.

O que são as ordens do amor?

Bert Hellinger percebeu também que existe uma ordem hierárquica a ser respeitada dentro do sistema familiar, onde quem veio antes tem precedência. Quando essa ordem é ferida, os desgastes que podem surgir são incontáveis.

Equilíbrio entre dar e receber

Além da exclusão e da ordem hierárquica, Hellinger percebeu que existe uma matemática entre o dar e o receber vital para que as relações deem certo. Caso essa conta não feche, as relações ficam desequilibradas e muitas vezes tendem a acabar.

Como a terapia de Constelação Familiar é realizada e quanto tempo dura?

A terapia é realizada em uma sessão para cada tema abordado, que é definido pelo próprio paciente. A sessão pode ser realizada de duas formas: individualmente ou em grupo. A diferença entre as duas formas está, principalmente,  na maneira de representar o sistema familiar do indivíduo. A Constelação Familiar Individual representa o sistema através de objetos, e a Constelação Familiar em Grupo tem sua representação do sistema através de outras pessoas, que participam da sessão junto ao paciente. Ou seja, você pode escolher entre somente participar ou ser a pessoa constelada. Depois de montada a representação, o terapeuta busca desvendar onde está o emaranhado, já dando início ao processo de cura e autoconhecimento do paciente. A sessão não tem um tempo determinado de duração, podendo durar de meia hora até uma hora e meia, aproximadamente.

Quais assuntos podem ser trabalhados?

Bert Hellinger diz que  a Constelação Familiar é considerada uma terapia “cirúrgica”  para a alma, que não podem ser feitas sem necessidade. Portanto, ao se fazer uma Constelação Familiar, deve-se tratar de uma questão realmente importante, ou seja, uma grande dificuldade, e não apenas algo simples e passageiro.

Exemplos de questões trabalhadas: dificuldade em relacionamento afetivo, vida profissional ou financeira, doenças (físicas, mentais ou emocionais) sintomas, relacionamentos extremamente difíceis com familiares, vícios, traumas, dificuldade para engravidar, crianças “difíceis”, prosperidade, etc.

Quem pode fazer a Constelação Familiar?

A Constelação Familiar está aberta a todos. Homens e mulheres de qualquer idade, casais e crianças.

Quais são os benefícios?

A  Constelação Familiar nos possibilita ver o que é necessário naquele momento, dando lugar ao que havia sido rejeitado. Quando a Constelação Familiar é realizada, acontece uma grande liberação de energia, que antes estava estagnada em algum nó daquele sistema familiar. Então, o paciente adquire uma grande lucidez e passa a ter um outro olhar sobre sua questão. Podemos conhecer o que há no inconsciente, com relação à questão tratada. A técnica terapêutica também traz um esclarecimento sobre  o verdadeiro lugar a ser ocupado, na vida e dentro do próprio sistema, trazendo muitos benefícios. O principal deles é a possibilidade de viver a própria vida, o próprio destino, sem levar em frente as amarras já vividas pelo antepassados.

Alessandra Vieira

Alessandra Vieira

Possuo formação de Constelação Familiar em Grupo e formação de Constelação Familiar Individual, com Celma Villa Verde. Participei também do Seminário de Bert Hellinger e Sophie Hellinger e do Seminário de Mulheres de Sophie Hellinger.
Alessandra Vieira

Últimos posts por Alessandra Vieira (exibir todos)